Vantagens da pulverização seletiva com SaveFarm
vantagens da pulverizacao seletiva com savefarm

Marketing SaveFarm®

0

agosto 1, 2023

A pulverização seletiva com a tecnologia SaveFarm proporciona diversas vantagens no manejo de herbicidas, otimização de recursos nas fazendas e qualidade de aplicação de defensivos agrícolas. Listamos abaixo as principais delas:

    • Economia de produto, que em operações de dessecação pré-plantio gira em torno de 75 % de média, podendo chegar até 95 % em cenários de baixa infestação de plantas daninhas. Sabendo que o custo no Brasil com a utilização de herbicidas no caso da soja pode superar R$200,00 por hectare em uma única aplicação, o lucro líquido das fazendas pode aumentar muito com o uso dessa tecnologia. Para uma área de 1000 hectares com 10 % de infestação de plantas daninhas, por exemplo, utilizando os herbicidas de ingredientes ativos glyphosate, clethodim e 2,4-D, a economia com produto pode superar os R$250.00,00 em uma única aplicação, conforme pesquisa levantada pela Eirene Solutions e considerando os preços disponibilizados pela CONAB para o ano de 2023.
    • Economia de diesel, podendo chegar até 30 % de redução no consumo (considerando somente aplicações com herbicidas). Essa economia ocorre em função do maior número de hectares que um tanque de pulverização pode fazer com o uso da tecnologia sem a necessidade de deslocamento até o ponto de abastecimento. Quanto menor a infestação de daninhas e maior a distância até o ponto de abastecimento, maior será a redução no consumo de óleo diesel.
    • Aumento de rendimento operacional. O rendimento operacional se refere à relação entre o tempo total da operação e o tempo em que o pulverizador não aplicou (deslocamento até o ponto de abastecimento, manobras, paradas e tempo de abastecimento). Como há uma expressiva redução do tempo com deslocamento da máquina até o ponto de abastecimento, bem como o tempo com abastecimento propriamente dito, o rendimento operacional com o uso da tecnologia de pulverização seletiva da SaveFarm passa a ser muito maior, podendo superar 75 %, o que é muito acima da média do rendimento operacional de um pulverizador sem a tecnologia, que gira em torno de 45 a 50 %.
    • Melhor qualidade de aplicação. O acionamento dos jatos de pulverização é realizado por válvulas PWM, que permitem que a taxa de aplicação seja a mesma independente da velocidade de aplicação do pulverizador, através da pulverização pulsada. Na forma convencional de aplicação, são utilizadas válvulas anti-gotejo, e nesse caso, em pulverizadores autopropelidos e pulverizadores com controladores de taxa, a taxa de aplicação é mantida pela mudança na pressão na linha de pulverização, no entanto isso provoca mudança no ângulo e no tamanho das gotas durante a aplicação, o que não ocorre quando utilizada a tecnologia SaveFarm, onde a pressão não é alterada e há uma uniformidade no tamanho das gotas de pulverização.

Na figura abaixo se observa a diferença entre o diâmetro médio volumétricos (DMV) de gotas que um autopropelido com sistema normal de controle de taxa propicia.

O que se observa é o seguinte: No cartão hidrossensível da esquerda (A), a pulverização foi realizada a 10 km/h com o sistema de pressão da máquina trabalhando em aproximadamente 400 kPa, formando um DMV de gotas finas, enquanto que no papel do lado direito (B), observa-se um DMV de gotas médias a grossas, pois a pulverização foi realizada a aproximadamente 5 km/h em um ponto que o terreno não permitia maiores velocidades, fazendo com que a pressão do sistema fosse reduzida para aproximadamente 120 kPa.

 Figura 1: Tamanho das gotas em sistema convencional de controle de Taxa. A – Aplicação a 10 km/h (gotas finas). B – Aplicação a 5 km/h (gotas médias a grossas).

Através da pulverização pulsada, com as válvulas PWM, o cenário acima não se repete, visto que a pressão é controlada pelas válvulas, fazendo com que a mesma mantenha-se sempre na mesma faixa de trabalho, conforme a necessidade de DMV para cada operação.

    • Variar o tamanho de gotas sem ter que alterar a ponta. Com o sistema SaveFarm, é possível alterar o tamanho das gotas apenas alterando a pressão de trabalho da máquina, o que não irá alterar a taxa de aplicação, graças a pulverização pulsada proporcionada pelas válvulas PWM instaladas. Isso facilita a operação pois em muitas ocasiões, não será necessário a troca de pontas de pulverização.
    • O intervalo de velocidade aumenta. Mais uma vantagem proporcionada pelas válvulas PWM. A mesma ponta de pulverização é capaz de ser utilizada em um intervalo de velocidades de aplicação maior, já que por atuar de maneira pulsada, em velocidades baixas de operação, por exemplo, a pressão na linha de pulverização é mantida e o tempo de abertura das válvulas PWM diminuem, mantendo a taxa de aplicação, o que não ocorre em um sistema convencional, onde o limite inferior da velocidade é maior para manter a taxa de aplicação, já que o sistema de controle de taxa baseada na pressão da linha do pulverizador não é tão eficiente. Veja a figura abaixo que exemplifica como que a válvula atua para manter a mesma taxa de aplicação, mesmo em velocidades bastante discrepantes.

Figura 2. Exemplo de aplicação das válvulas PWM no intervalo de velocidade de aplicação.

 

    • Menor fitotoxicidade. Com o SaveFarm ocorre redução da fitotoxicidade, visto que a mesma taxa de aplicação é entregue independente da velocidade de operação, o que não ocorre em um sistema convencional de controle de taxa, principalmente quando a velocidade de operação é muito baixa (ao realizar curvas, por exemplo), em que a taxa de aplicação entregue passa a ser maior do que o que foi selecionado para fazer.

       

      Como visto, a utilização da tecnologia de pulverização seletiva SaveFarm proporciona diversos benefícios para os produtores rurais, não somente relacionado a economia de produto, mas também na otimização dos recursos e na qualidade de aplicação dos defensivos agrícolas.  

 

 

 

 

 

 

 

Confira os últimos artigos publicados

A conservação do solo na agricultura e suas práticas

A conservação do solo na agricultura e suas práticas

A conservação do solo na agricultura se refere às ações e técnicas empregadas para proteger e preservar a camada superficial da terra, impedindo sua degradação e promovendo sua saúde e fertilidade a longo prazo. Na agricultura, a conservação é diretamente influenciada pela rotação de culturas agrícolas, plantio direto sobre a palha, presença de cobertura vegetal, terraços, plantio em nível e uso consciente de químicos que preservam a microbiota e aumentam a sustentabilidade do sistema.

ler mais

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *